sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Alívio de projeção


Passo despercebida, me esquivo
prefiro o alívio da projeção
Nada às cruas me tem apetecido
quando à solta me guio
se é só nó de redemoinho
forjado sentido
sugestivamente inventado
profanamente evocado
em inconsistência prolixa.
Não me leve a mal,
de nada preciso além disso,
a escrita de inspiração,
eu, confronto de contentamento

 “Ou toca ou não toca” Clarice Lispector


Nenhum comentário:

Postar um comentário