terça-feira, 13 de dezembro de 2016

No vácuo das virtudes virtuais



Vírgulas aéreas – não posso suportar torpe acusação
convivo com voyeurs anímicos animados por correntes elétricas
da entrega desencapada à desconfiança traiçoeira
persecutória alegoria de escuta
dos espasmos do silêncio na calada da noite
do ronronar dos tímpanos suscetíveis à ínfimas variações
do tencionar via empatia

lealdade de nada
não morde
só sorri