quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Oráculo visceral


Um corpo é consumido

a cada volta intermitente

na translação do dia

na rotação da terra

 

sentindo distancias à frio

e errâncias à flor da pele




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário