segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pra vida


Fecho os olhos e consisto
na integridade da alma que vibra
num pulso cadente que extrapola a mente
e se torna a forma que se obtém das horas em que se acorda.


Nenhum comentário:

Postar um comentário