quarta-feira, 21 de setembro de 2011

pictórico.


A barcaça encostada à beira de um barranco em igarapé
Bendito instrumento de transmissão capilar
Samambaias e avencas
Mergulho em fria corrente
 de peixe passional
em encosta de coral
cachoeira de queda
em vértice
portal

(cavalo marinho - rosa presa)

atoleiro
trilha seca
raio de sol
cegueira de prisma rosa
lápide lapso lapis lazulli

Paiol
Pedra pilar
Campos de azeite
Ametistas e ônix
Pelas copas invertidas
Pendentes de lira
Paus, espada e
Ouros

Martelos de mártires
Mar morno de
merecimento

Cacos de espelho
fios de ovos
Ínfimo segundo
Do Instante fatídico
À carne crua
destilada
no mútuo reconhecimento
(protelar...)

Via láctea de cintilante artifício
Vãos de veludo azul
Danúbio -Cocoon de sauna turca
tulipas doidivanas
Cleópatra petrificada
 arame fardado carpido

zangando perdida

(Pena branca caída é sinal de quem quer (v) voar)
.
...Voa vendaval no varal
folhas secas da estação de outuno

Atlântida submersa
pelas tranças do profeta
por tantas pétalas partidas
alambrados que cercam poças de lama
Cais morfológico
ou
pátio adornado
nas altas ventanas
sótãos e
pombais

Arrozais alagadiços em quadros hirtos

2 comentários: