domingo, 7 de agosto de 2011


Pertinência devir
Desdobramentos morfológicos
Semântica da instância
Paralelos
............
Entre parâmetros fugidios
E percalços despercebidos
Bagatelas de insignificância
Recorte atemporal de melancolia
...................
Versos de açoite
Contatos privados
Dimensões encantadas em interação
...........................
Tudo que é sonho cativo no sono acordado
Embates de letras incertas que saltam da tela rasgando e se fazendo sentir
Dilacerados redutos de fuga e pertencimento...

Nenhum comentário:

Postar um comentário