terça-feira, 26 de abril de 2011



Velocidade à galopes intergalácticos / morosidade maré mansa



É preciso haver o choque para que haja o contato? Sem o fato, só ato falho.



Peixes abissais estão acostumados à penumbra,
não se desvencilham nunca
da perspectiva turva.



Mas enxergam deturpadamente seus reflexos enternecidos por alegorias ilustradas.



Padedê de retinas descoladas à margem do que possa acontecer.



Amplidão pueril em tardes ermas.




Vigorosamente coloridas por suas lombrigas em desvario.






Um comentário: