sábado, 16 de abril de 2011

delicado e expressivo


Uma mão delicada
segura maças renascentistas
capazes de camuflar as marcas do destino
apodrecidas ou não, não são tão grotescas assim

Uma tez alva, um cerrado “mustache” expressivo
Trazia-te um ar de sobriedade canina à La Frank Zappa
como um trago de fumos exóticos em cachimbos de madre pérolas

Carregava um torpor eufórico e compartilhava existenciais fenômenos, único
barragens, barreiras, construtos “from Wood”
não é à toa que toda, toda
todos e tudo mais
te tinto que te tanto
trepido fascínio 


abraços querido.

2 comentários: