quinta-feira, 24 de março de 2011

Entre mangas, macacos, malandros, mulatas e molambos





Mulango tango
Mamulengo mengo
abacatê tanga
coco terêrê

 carnaval
Malemolência
marchinhas

Melância/Manga mole
Pina colada- dinha

Mina de minas
lá perto do planalto central
truculência de verdes matas
Nas estradas, sempre estradas


Mundo vasto mundo de Raimundos
Taperinhas à beira mar na Bahia
Pequeninas construções coloridas
Lavadeiras de ladrilhos brilhantes na rua das Maria- Amélias da Silva

............................................
No BRASIL

tem pra mim
trajetos de percorrer
Velocidade de lugares
Rasgando mapas --  agora zona úmida
                                Mata Atlântica


em TRINDADE-RJ

magnetismo da ponta
 um lugar exuberante por natureza e por energia mística- holística.
Conhecendo pessoas e em abstrações pessoais de uma onda coletiva pude compreender uma junção de passado/presente/futuro em fragmentos de segundos dispersos no embalo do colo de Iemanjá.
Algumas simbolizações reveladas em sonhos complexos me foram permitidas no vai e vem das ondas, no doce balanço suave, à esquerda os brócolis plantados com afinco, à direita uma ilhota pedregulho, e à frente mar avante marinheiro.
Espécie de projeção perispírito, como uma antes visão invertida deja vu.
Primeiro anos à frente: eu biquíni crochê listrado, morena com colar coral, snorks samoas e flores azuis de maio.
sensações sinestesias
Sustentação fraternal
Reviravoltas e visões para além
Ilhas ao norte de mim
Barulho da concha espiral
Puro vislumbre astral,
quando em encontros paulistas: Tremembé-Sorocaba as cidades e os nativos caiçaras da região.
Todos sob o sol fluminense e eu em minha psicografia selvagem de projeção. Completamente absorta depois da interação...meu momento vislumbrando
Povos do mar
Legendas xamânicas
escaravelhos egípcios
mar morno
movimento das ondas
à cada mergulho uma imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário