quarta-feira, 30 de junho de 2010

Orgásticos horizontes






Tenho em mim marcado

O espectro desses momentos velados

De contraditória emoção.



Fixados num quadrante mágico

Sem limites ou correção,

Deixo seguir fluindo,

Delineado por minhas mãos.



Deixando escapar por entre meus dedos

Metade do que seria tudo para mim um dia.



....reconstituo o silêncio.



Que antes quase nada, agora é muito.

É tudo!



Razão contida- sentimento controlado- sensação à flor da pele

além?Do horizonte...





Nenhum comentário:

Postar um comentário